VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO E A PARALISIA INFANTIL EM QUATIS

Campanha nacional começa nesta 2ª feira e vai até o dia 31

A Secretaria Municipal de Saúde reforçou nesta sexta-feira o chamado aos pais ou responsáveis por crianças de um ano a cinco anos para a campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil, que começa nesta segunda-feira, 06 de agosto, prolongando-se até o próximo dia 31. Em Quatis, as vacinas serão aplicadas na Clínica da Família; nos postos de saúde do Mirandópolis, Jardim Independência, Jardim Pollastri, Falcão e São Joaquim, além da Casa da Criança, no Centro.




De acordo com a secretária de saúde do Município, Ana Lúcia Galvão, “todas as crianças na faixa etária indicada para a imunização devem ser levadas às unidades de aplicação das vacinas, independente do cartão de vacinação estar ou não atualizado”. Os postos de saúde na cidade funcionam de 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

Para reforçar o alcance da cobertura da campanha no Município, a Secretaria Municipal de Saúde acertou novamente a parceria com o escritório local da EMATER-RJ (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro), visando levar uma unidade volante de imunização nas localidades rurais mais distantes, a exemplo do que foi feito no ano passado, durante a vacinação contra a febre amarela e a gripe.

– A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para todas as cidades brasileiras é de pelo menos 95 por cento, daí a nossa determinação em estar atendendo toda a população de Quatis na faixa etária de um ano a cinco anos. A vacinação para diminuir os riscos destas doenças acontece de maneira rotineira em nossas unidades de saúde, mas, por meio da campanha nacional, vamos redobrar os esforços no sentido de atingir a meta estipulada pelas autoridades do Ministério da Saúde – afirmou Ana Lúcia, destacando a importância das parcerias com a EMATER visando alcançar os moradores das localidades mais distantes.

Ana Lúcia Galvão enfatiza a necessidade de as crianças serem vacinadas. Ao longo dos últimos meses nos estados de Roraima e do Amazonas, 822 pacientes tinham contraído o sarampo nestas duas unidades da federação. Houve ainda o registro de casos positivos de sarampo, a partir do mês passado, nos estados do Rio de Janeiro (14 pacientes), Rio Grande do Sul (13), Pará (dois), Rondônia e São Paulo (um caso, em cada um destes dois estados).

Ao todo, durante a campanha nacional de vacinação contra paralisia e sarampo prevista para começar nesta segunda-feira, mais de 11 milhões deverão ser imunizadas em todo o Brasil, dentro do planejamento estabelecido pelo Ministério da Saúde. A campanha nacional deste ano tem o seguinte tema: “Se tem infância, tem vacinação”.

– É fundamental lembrar que a responsabilidade pela imunização das crianças não significa uma atribuição apenas do poder público, mas também dos pais ou responsáveis, motivo pelo qual reiteramos o apelo visando conscientizá-los a respeito da importância de levar os seus filhos aos postos. Da nossa parte, podemos afirmar que as doses da vacina estão disponíveis nos postos de saúde, a prefeitura mantém a aplicação dos medicamentos nas unidades médicas e os postos de saúde estão sempre com as portas abertas para aplicar as doses – concluiu Ana Lúcia.

Foto 1: Posto de saúde do bairro Jardim Pollastri, uma das unidades de vacinação em Quatis.

Quatis-RJ, 03 de agosto de 2018